Finanças para Mulheres: 4 temas que cabem no bolso e no salto


Redes Sociais

finanças para mulheres

Há muito tempo nós mulheres buscamos direitos e oportunidades iguais às dos homens. Viemos de uma longa e antiga jornada defendendo nosso espaço, nossa identidade, nossas escolhas e dando voz a nossas reivindicações, conquistas e ao nosso progresso. Se hoje estamos em mesmo pé de igualdade, ou quase lá no que diz respeito a direitos, por que falar de finanças pessoais especialmente para mulheres? Por duas razões simples.
Em primeiro lugar, porque nossa participação no tema finanças é razoavelmente recente. Até poucas gerações atrás, poucas de nós gerávamos renda com nosso próprio trabalho. Sequer participávamos de qualquer decisão financeira ou patrimonial da família. Hoje muitas de nós colaboramos com o orçamento doméstico ou somos a principal provedora. Por isso, é preciso sim que façamos parte do assunto ativamente.

Em segundo lugar, porque finanças e comportamento estão intimamente ligados. Aspectos comportamentais influenciam nas decisões básicas sobre o que fazer com o dinheiro. Sobre as decisões de como gastar ou poupar. E fatores que influenciam a forma como lidamos com o dinheiro e a maneira como tomamos decisões financeiras podem ser diferentes entre homens e nós, mulheres. Portanto, veja aqui 4 temas que precisamos saber para usar nosso dinheiro de forma mais estratégica, e ter uma relação saudável com as finanças:

 

1. Use suas habilidades para gerenciar de perto o orçamento doméstico e controlar o fluxo de caixa.

Somos mais habituadas às contas do dia a dia, como as compras do supermercado, as despesas com os filhos e os gastos com a casa. Desde cedo aprendemos a evitar desperdício, vendo o exemplo de nossas mães e de nossas avós. Isso nos dá vantagem quando o assunto é gerenciar despesas fixas. Por isso, anote as despesas e use esse aprendizado a favor do seu bolso.

orçamentodomestico

 

2. Cuide da sua educação financeira. Procure aprender, manter-se informada.

Somos mais abertas a discutir temas que não dominamos, a conversar e a trocar experiências. Temos mais humildade na hora de buscar informações, ir atrás de dicas e aprender como fazer as coisas melhor. Essa é sua chance: use essa nossa característica e não pare no tempo. Mantenha seus conhecimentos atualizados.

 

3. Faça planos, e invista naqueles projetos que você planejou.

Como planejadora financeira, ouço de muitas mulheres que um dos grandes desafios para nós é lidar com o consumo impulsivo. Com o consumo compensatório. Temos mais itens com que gastar, é verdade. Por isso, estabeleça uma meta de consumo, seja com lazer, beleza, moda ou outros itens. Coloque etiqueta nesse dinheiro, crie sua verba de gastos pessoais, e gaste somente o quanto planejou.

Quando falamos em despesas pessoais, uma pesquisa feita pela Sophia Mind* aponta que os itens em que mais conseguiríamos enxugar gastos são lazer, entretenimento e moda. Temos aí uma grande chance de revisar nossas prioridades e cortar gastos que no fundo não eram tão importantes. Quem sabe fazer sobrar para investir em outro projeto, como educação dos filhos ou algum projeto pessoal.

Outra pesquisa feita pelo SPC* indica que nossos principais motivadores para as compras são promoções e preços atrativos. Nunca é tarde para deixar de comprar por oportunidade e passar a comprar por necessidade ou escolha. Tome a frente de suas decisões financeiras e aprenda a fazer uso racional e estratégico do dinheiro em seu favor.

sophiamind2014

 

4. Pense no futuro. Um dia vamos precisar diminuir o ritmo, parar de trabalhar. Um dia, vamos nos aposentar.

Sonhando com isso? Ótimo. Mas sonhe com os pés no chão. Poupe. De acordo com a pesquisa da Sophia Mind*, bem menos da metade das mulheres já colocaram em prática um plano para o momento em que aposentadoria chegar. A boa notícia é que muitas já pensam em como se organizar para isso. Faça parte desse grupo. O futuro vai se tornar presente, e o dinheiro que você aplicou e reservou para sua aposentadoria vai trabalhar para você.

Gestão orçamentária, educação financeira, planos, sonhos, projetos, e como se organizar para a aposentadoria são alguns dos temas tratados de perto durante o processo de Planejamento Financeiro. Procure um especialista. Fale já com um Planejador ou com uma Planejadora Financeira Pessoal e marque sua Clínica Financeira. Aprenda o que você pode fazer com o dinheiro, para que o dinheiro possa fazer mais por você.

banner_clinicaDaniela_

Finanças para Mulheres

Redes Sociais

Gostou? Deixe aqui seu comentário